Polícia Civil de Piripiri deflagra Operação Ártemis, prende pessoas e resgata animais silvestres no interior do Piauí

A Polícia Civil do Piauí, através das equipes do 1º Distrito Policial, 2º Distrito Policial e DEAM de Piripiri/PI, sob o comando dos Delegados Jorge Terceiro, Ricardo Oliveira e Lucivânia Vidal, deflagrou na manhã de hoje a “Operação Ártemis”, no município de Capitão de Campos / PI, onde duas pessoas foram presas por prática de crimes ambientais.

“Há cerca de um mês estávamos realizando as investigações. O resultado foi a operação deflagrada hoje pela manhã. Até o momento duas pessoas foram presas, dezenas de animais silvestres foram apreendidos e as equipes do IBAMA/SEMAR já se deslocam para o local. Dentre os animais silvestres foram localizados e apreendidos vários catitus, raposas, onças pardas, jabutis, tatus, gato Maracajá, e diversas aves silvestres”, afirmou o delegado Jorge Terceiro.

Segundo o Delegado Ricardo Oliveira, “a operação ocorreu em duas frentes, sendo a primeira na zona urbana da cidade Capitão de Campos/PI e segunda na zona rural, mais precisamente no povoado Montes. O proprietário dos imóveis e um caseiro foram presos em flagrante. O proprietário dos imóveis chegou a empreender fuga, mas foi interceptado pela PRF na altura do município de Campo Maior/PI, acionada por nossas equipes.”

Segundo a Delegada Lucivânia Vidal, “o estado dos animais é deprimente. Alguns presos em cubículos. A onça parda sofreu visíveis maus-tratos, tendo sido extraídas as presas do animal. Obtivemos a informação de que há pouco tempo uma outra onça também mantida em cativeiro, no sítio localizado na zona rural, acabou morrendo”.

Os autores foram autuados em flagrante nos crimes ambientais de cativeiro de animais silvestres, majorado pelo fato de haverem espécies ameaçadas de extinção – art. 29, parag. 1o, inc. III e par. 4o, Inc. I da Lei 9.605/98, gerando pena de até 1 ano e meio, além do crime de abuso e maus tratos previsto no artigo 32 da mesma lei, que resulta em mais 01 ano.

O nome da operação, “Ártemis”, é em referência à deusa protetora da vida selvagem, dos animais e da caça, era filha de Zeus com a deusa Leto e irmã gêmea de Apolo. Quando criança, ao ser questionada por seu pai qual seu maior desejo, ela pediu, sem hesitar, que pudesse circular livremente pelas matas, à noite, ao lado dos animais ferozes sem nada sofrer, o que lhe foi prontamente concedido.

Os autuados são os nacionais de nomes José Montes de Resende Filho – vulgo “Deinha” e Antônio Francisco da Silva Monteiro.

 

Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher de Piripiri/PI auxilia em investigação de feminicídio ocorrido em Esperantina/PI

A Polícia Civil do Piauí, por intermédio da equipe da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher – DEAM Piripiri, sob o comando da delegada Lucivania Vidal, vem prestando auxílio na investigação de caso de feminicidio ocorrido no município de Esperantina/PI.

O fato ocorreu na data de 27.11.2017, por volta do meio dia, na localidade Tapuio. A vítima, uma mulher de 40 anos de idade, veio a falecer após sofrer golpes de faca desferidos pelo companheiro. O fato delitivo teria sido testemunhado por um filho do casal. O corpo da vítima chegou a ser trazido à cidade de Piripiri/PI onde foram realizados exames pelo médico legista.

“Diante da especificidade do caso, com características típicas de delito de feminicídio, onde a motivação do autor para a prática do crime seria a simples condição de mulher da vítima e o sentimento de sujeição da vítima ao autor, seu companheiro, necessária foi a atuação da delegacia especializada de atendimento à mulher de Piripiri, que com sua equipe realizou levantamento de elementos informativos, diligências de reconhecimento do local etc., em auxílio à equipe policial de Esperantina/PI onde tramita a investigação”, afirmou a Delegada Titular da DEAM-Piripiri, Dra. Lucivania Vidal.

Polícia Civil de Piripiri prende último alvo da Operação “Catena”

POLICIA CIVIL DE PIRIPIRI prende último alvo da Operação “Catena”

A Polícia Civil do Piauí através da Delegacia Regional de Piripiri efetuou no início da tarde de hoje a prisão do último alvo da “Operação Catena”.

Trata-se de um idoso condenado pela prática de delito de estupro.

“Com esta são, no total, 08 prisões realizadas pela Polícia Civil em Piripiri/PI somente nesta semana. No decorrer do mês de dezembro teremos ainda várias ações a serem realizadas”, afirmou o Delegado Jorge Terceiro.

Todos os presos já foram recambiados para outras unidades policiais e sistema penitenciário.

Polícia Civil de Piripiri deflagra a Operação Catena

A Polícia Civil do Piauí, através das equipes do 1º Distrito Policial, 2º Distrito Policial e Delegacia da Mulher de Piripiri/PI, sob o comando dos Delegados Jorge Terceiro, Ricardo Oliveira e Lucivania Vidal, deflagrou na manhã de hoje, 30.11.2017, a “Operação Catena” visando dar cumprimento a diversos mandados de prisão oriundos de investigações da Polícia Civil e de condenações criminais do Poder Judiciário.

“Os mandados são referentes a delitos como roubo com emprego de arma de fogo, estupro, e outros crimes graves. Somente na manhã de hoje foram 05 (cinco) pessoas presas, dentre esses 03 (três) assaltantes, dois deles por mandado de prisão preventiva e um por condenação final pelo Poder Judiciário, finalmente retirados de circulação”, afirmou o Delegado Jorge Terceiro.

“As ações da Polícia Civil realizadas desde o início da semana já faziam parte da programação de fim de ano, onde nossa instituição busca, através do cumprimento desses mandados e outras ações, garantir um fim de ano com mais segurança à população”, afirmou o Delegado Ricardo Oliveira.

Além dos 05 presos de hoje, outros 02 (dois) já haviam sido presos nesta semana pela equipe da Delegacia da Mulher em Piripiri/PI. Segundo a Delegada Lucivania Vidal, “os mandados são referentes a condenações por delito de estupro e por descumprimento de medidas protetivas”.

A palavra “CATENA”, nome dado à operação, vem do latim e significa CADEIA.

Bando invadiu para roubar a loja liliane no centro de Piripiri

Informações dão conta de que um bando armado invadiu para roubar a loja Liliane no centro de Piripiri. O episódio ocorreu na noite de ontem, quarta feira (22/11/170, no início da noite. Segundo populares, eles levaram mercadorias.

2° Distrito Policial de Piripiri deu cumprimento a mandado de prisão

O 2° DISTRITO DA POLÍCIA CIVIL DE PIRIPIRI, comandado pelo Delegado Ricardo Oliveira, através do setor de investigação, deu cumprimento na data de 20/11/17 ao MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA expedido em desfavor da nacional SAMANDA MARIA DE SOUSA LIMA após descumprimento das medidas cautelares que condicionavam sua liberdade provisória.
A nacional SAMANDA MARIA DE SOUSA LIMA havia sido presa em flagrante na data de 25/03/17 pela prática do crime de receptação, recebendo em seguida da Justiça o benefício de responder ao processo em liberdade. Porém, após receber tal benefício SAMANDA não mais compareceu aos atos do processo, se fazendo necessária a decretação da prisão preventiva pelo descumprimento das condições estabelecidas.
Após a prisão, SAMANDA foi imediatamente encaminhada à Penitenciária Feminina de Teresina/PI.

Com informações da Polícia Civil.

Matéria do Programa Notícia da Manhã da TV Cidade Verde de Teresina – PI: Distrito de Piripiri improvisa cela para presos

A matéria do Programa Notícia da Manhã, da TV Cidade Verde, de Teresina – PI mostrou matéria com o título: Distrito de Piripiri  improvisa cela para presos.

Fonte: https://cidadeverde.com/videos/28437/distrito-de-piripiri-improvisa-cela-para-presos

Corpo é encontrado na estrada Piripiri / Batalha, na saída de Piripiri. A suspeita de latrocínio (roubo seguido de morte)

O corpo de um homem de nome Renato foi encontrado na região da Pedreira, no Bairro Santa Maria, na zona oeste de Piripiri. O local fica a poucos metros da saída da cidade, estrada Piripiri / Batalha. Segundo populares, a suspeita é de que a vítima tenha sido morta com disparos de arma de fogo durante um roubo (latrocínio). A Força Tática, POG estiveram no local, assim como, uma equipe da Polícia Civil. O IML já foi acionado para fazer a perícia. Informações dão conta de que a vítima tomava de conta da pedreira e era muito conhecida no bairro.

Desembargadora revoga decisão de juiz de Piripiri sobre prisão de Ivan Panichi

A Desembargadora Plantonista Eulália Maria Ribeiro Gonçalves Nascimento Pinheiro concede liminar revogando o mandado de prisão que tinha sido decretado pelo juiz de direito de Piripiri, Dr. João Bandeira Monte Junior, pelo não comparecimento do réu Ivan Carlos Carvalho Panichi, a audiência do Tribunal Popular do Júri que estava previsto para acontecer na manhã de ontem. Confira a decisão na íntegra. (Clique na imagem para ampliar)

MATÉRIA RELACIONADA

Juiz decreta prisão de réu em 1º julgamento de crime de trânsito por júri popular no PI

Juiz decreta prisão de réu em 1º julgamento de crime de trânsito por júri popular no PI

Por Lucas Marreiros, G1 PI

O juiz João Bandeira Monte Júnior, da 1ª Vara Cível de Piripiri, município ao Norte do Piauí, decretou, nesta terça-feira (14), a prisão preventiva do réu do primeiro julgamento de crime de trânsito do tribunal do júri no Piauí. O indiciado, Ivan Carlos Carvalho Panichi, é acusado de atropelar e matar, no dia 11 de setembro de 2010, o idoso João Antônio dos Santos, de 68 anos, na BR 343, Km 75.

O pedido de prisão partiu do promotor do caso, Luiz Antônio França Gomes, depois que o réu faltou à audiência que estava marcada para as 8h30 desta terça (14) no Fórum de Piripiri. De acordo com a decisão, o magistrado teme que em liberdade o acusado possa comprometer a aplicação da lei penal.

Segundo a defesa, o réu foi orientado a não comparecer a audiência uma vez que havia intenção de requerer uma nova data para o julgamento. “Estou afastada das minhas atividades desde ontem por conta de um problema de saúde. Inclusive tenho uma cirurgia marcada para quinta-feira (16). Orientei que não fosse justamente porque eu ia pedir o adiamento”, explicou a advogada Rebeca Ferreira Rodrigues, que representa o acusado.

O juiz João Bandeira Monte Júnior decidiu também marcar uma nova data para o julgamento. A audiência foi adiada para o dia 22 de novembro de 2017. A defesa afirmou que por conta da cirurgia vai solicitar outra data. “Não vai ter uma semana da minha cirurgia, não vou estar recuperada ainda, não há a mínima possibilidade de eu comparecer. Por isso já há um novo pedido de adiamento”, informou a advogada.

Fonte: G1.