Prefeitura compra 30 toneladas de asfalto para operação tapa-buracos em Piripiri

A Prefeitura de Piripiri iniciou nesta semana a preparação de ruas e avenidas que irão receber a operação tapa-buracos na pavimentação asfáltica.

O prefeito Luiz Menezes autorizou a compra de 30 toneladas de asfalto quente para resolver os problemas das principais vias da cidade, incluindo Avenida Aderson Alves Ferreira e rua Avelino Resende, que dá acesso a BR.

RECAPEAMENTO

Paralelo ao trabalho de tapa-buracos também será realizado o recapeamento no centro comercial, onde diversas ruas também já estão sendo preparadas para o início das obras, como a Santos Dumont, Freitas Júnior, Avenida 4 de julho, dentre outras. Serão 20 mil metros quadrados de asfalto, que serão totalmente refeitos nestes locais e não somente tapa-buracos.

Centro de Atenção Psicossocial realizou grandes eventos no mês de maio

Fotos: Wilson de Oliveira.

O Centro de Atenção Psicossocial (CAPS) de Piripiri promoveu uma série de três eventos no mês de maio, nos dias 16, 21 e 30 de maio, em alusão ao dia 18 de maio: Dia Nacional da Luta Antimanicomial.

De acordo com o coordenador, psicólogo Daniel Rezende, um dos objetivos do I Workshop em Saúde Mental no Contexto da Intersetorialidade foi de reforçar o direito dos usuários de saúde mental por atendimento digno, respeitoso, qualificado e inserido na sociedade.

O workshop ainda foi o momento para a apresentação do projeto CAPS Itinerante, comemoração do Dia das Mães do CAPS e realização de uma palestra com psiquiatra Cristovão Madeira com o tema “Funcionalidade da Rede de Atenção Psicossocial de Piripiri”.

Um dos projetos desenvolvidos na cidade é o “Cuidar-se para Cuidar”, pioneiro e piloto que visa capacitar os cuidadores de pacientes com transtorno mental grave e persistente.

Daniel Rezende destaca que um dos projetos do CAPS do município é identificar e qualificar o perfil que o cuidador deve ter visando um modelo humanizado entre a equipe e vínculo afetivo com a família.

O CAPS de Piripiri tem 2500 pacientes cadastrados e atende os municípios do Território dos Cocais como Brasileira, Capitão de Campos, Milton Brandão, Domingos Mourão, São João da Fronteira, Pedro II, Lagoa de São Francisco, Barras, Batalha, dentre outros.

Os pacientes, em Piripiri, passam o dia no Centro de Atenção e durante a semana recebem atendimento de aproximadamente 22 profissionais, entre eles, psicólogo, terapeuta ocupacional, assistente social, educador físico, enfermeiro especialista em saúde mental, médico psiquiatra, médico clínico, farmacêutico, nutricionista, vigia, segurança, técnico de enfermagem, auxiliar administrativo e auxiliar de serviço geral.

Daniel Rezende revela ainda que em 2018 o CAPS de Piripiri iniciou o Projeto Terapêutico Institucional e o Projeto Terapêutico Singular que objetivo traçar o perfil dos pacientes, ou seja, qual é de fato a demanda do CAPS ou da atenção básica.

Prefeitura de Piripiri irá executar uma série de obras na comunidade Furnas

Na última sexta-feira (01) uma equipe técnica da SEDESP, comandada pelo secretário Roberto Carlos, esteve visitando a comunidades Furnas para fazer um levantamento para a execução de uma série de obras na comunidade.

No povoado, que é um dos maiores de Piripiri, será construída uma praça de eventos, no formato da já existente na zona urbana, assim como a instalação de uma academia da praça, projeto iniciado pelo prefeito Luiz Menezes em sua última gestão. Além destas obras também será feita a construção do largo da igreja e calçamentos em algumas ruas da comunidade.

Segundo o secretário Roberto Carlos, este trabalho é uma determinação do prefeito Luiz Menezes e o prazo é para que aconteça até o fim de 2018. “Estamos em fase de elaboração dos projetos a pedido do prefeito, onde fizemos um levantamento das ruas, medições do local para a praça de eventos, o largo da igreja e aproveitamos para observamos alguns problemas como a questão da iluminação pública, onde iremos implantar onde há deficiência”, disse o secretário.

TCE-PI aprova inexigibilidade de licitação na contratação de escritórios de advocacia

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) decidiu nesta quarta-feira (29) que as prefeituras piauienses podem contratar, sem licitação, escritórios de advocacia para atuar nos processos para recuperação de recursos devidos pela União aos municípios, referentes ao antigo Fundef (Fundo de Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério).

A decisão saiu na sessão da 1ª Câmara desta quarta, no julgamento do processo TC/020147/2016, referente a denúncia contra a Prefeitura de Caracol, por suposta contratação irregular de escritórios de advocacia. O relator, conselheiro-substituto Delano Câmara, votou pela improcedência da denúncia, sendo seguido pelos conselheiros Abelardo Vilanova, Luciano Nunes e Kléber Eulálio, presidente da 1ª Câmara.

Segundo a denúncia, a Prefeitura de Caracol teria contratado escritórios de advocacia sem o devido processo legal para representar o Município em ações contra a União, para recuperação dos recursos do Fundef, medida que seria atribuição da Procuradoria do Município. Os advogados Bruno Milton Sousa Batista e Germano Tavares Pedrosa e Silva, dos escritórios João Azedo e Brasileiro Sociedade de Advogados e Germano Silva & Advogados Associados, argumentaram que a contratação por inexigibilidade se fundamenta na necessidade de serviços de profissional especializado para o resgate dos referidos recursos do Fundef, nos termos do art. 25, II, § 1º, da Lei n.º 8.666/93.

Argumentaram ainda que a contratação por inexigibilidade no caso do Fundef tem sido autorizada por juízos de 1º Grau e ratificada por Tribunais Superiores e Tribunais de Contas de outros estados. Contrariando o parecer do procurador de Contas Márcio André Vasconcelos, pela procedência parcial da denúncia, o conselheiro-substituto Delano Câmara votou pela inexigibilidade de licitação por considerar que, no caso específico do Fundef, a atuação requer profissionais qualificados e especializados no assunto.

Em seu relatório, Delano Câmara disse ainda que a contratação de escritório não anula as atribuições da Procuradoria do Município e alertou que o processo licitatório não garante a contratação de profissionais qualificados e habilitados para conseguir os resultados esperados pelo município. Desta forma, votou pela improcedência da denúncia e pela autorização da contratação sem a necessidade de realização da licitação.

Defendeu ainda que os municípios se abstenham de pagar os honorários advocatícios com recursos do Fundef e que a Justiça Federal seja comunicada da decisão. O voto dele foi seguido pelos demais conselheiros presentes à sessão.

Fonte: Assessoria de Comunicação do TCE-PI

Faculdade Chrisfapi informa

Piripiri receberá de 18 a 20 de junho a Carreta da Saúde contra a Hanseníase

A ação da Carreta da Hanseníase é um Projeto da Novartis em parceria com Ministério da saúde, DAHW Brasil, Estados e Municípios que tendo o objetivo de levar uma ferramenta diferente e instigante de saúde ao interior de nosso país, com significativos resultados. A “Carreta da Saúde – Hanseníase” é uma unidade itinerante que possui cinco consultórios e um laboratório. Dentro da programação, dia 18 de junho, será realizada uma capacitação com todos os profissionais de saúde do município no Auditório da Praça de Eventos ministrada pelo médico hansenólogo do Ministério da Saúde.
A Carreta ficará estacionada na Praça de Eventos nos dias 19 e 20 de junho das 8h às 12h e das 14h às 17h e receberá as demandas encaminhadas das Unidades Básicas de Saúde e também estará aberta a população que apresente os sintomas da doença e pessoas que tenham familiares que já tiveram Hanseníase.
O veículo chega a Piripiri através de uma parceria entre a Prefeitura, da Secretaria Municipal de Saúde, Estado, Ministério da Saúde e a empresa Novartis.

Piauí tem 2º maior imposto estadual sobre gasolina

O ICMS, imposto cobrado pelos governos estaduais, tem no Piauí o segundo maior impacto do país na composição do preço da gasolina. O dado faz parte de levantamento realizado pela Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes (Fecombustíveis) referente a esta segunda quinzena do mês de maio. Segundo o levantamento, somente no estado do Rio de Janeiro o motorista desembolsa mais em ICMS que no Piauí.

O levantamento da Fecombustíveis leva em conta o preço médio para o preço do combustível e a composição de preço. O relatório da Confederação, disponível do site da entidade, faz um diagnóstico para cada tipo de combustível. Quando é avaliado o preço da gasolina, o Piauí fica como o segundo maior cobrado de imposto. No caso do diesel S500, o Piauí segue na primeira metade mais cara, embora desça para a 13ª posição. A situação só fica mais palatável no caso do etanol, em 22º lugar.

Esses valores se referem aos preços cobrados na bomba e mostram o peso do imposto estadual na composição dos preços dos combustíveis. Em média, a gasolina que é vendida no Piauí tem mais de R$ 2,00 em impostos. Nessa mordida do leão, a dentada do estado é maior que a do governo federal: o que é recolhido como tributo estadual (ICMS) é mais do dobro da soma dos tributos federais.

Conforme o levantamento da Fecombustíveis nesta quinzena no Estado do Piauí, o ICMS representa R$ 1,364 de cada litro que o condutor piauiense coloca no tanque, enquanto o valor que corresponde aos impostos federais (CIDE mais PIS/COFINS) é de R$ 0,652. Vale observar que parte da CIDE também é destinada aos estados, o que aumentaria ainda mais a mordida do leãozinho estadual.

A relação disparatada entre o que cobra cada ente é repetida na venda do etanol. Nesse caso, a soma de tributos chegou nesta quinzena a R$ 0,921, segundo os dados disponibilizados pela Fecombustíveis. Desse valor, os tributos federais somam R$ 0,242. Já o ICMS, que vai para os cofres estaduais, é quase três vezes maior: em média R$ 0,679.

A diferença só não é tão despropositada no caso do diesel S500 – um tipo de diesel comercializado nos postos –, cuja variação não chega a 50%. O imposto global cobrado na venda do diesel soma no Piauí R$ 1,075, valor acima do verificado na venda do etanol. Mas nesse caso o impacto do tributo federal é de R$ 0,460, contra os R$ 0,615 recolhidos pelo Estado na forma de ICMS.

Parente defende redução dos impostos
Ao anunciar ontem o corte de 10% do preço do diesel comercializado na refinaria, o presidente da Petrobrás, Pedro Parente, repisou uma ideia: uma saída para a redução dos preços dos combustíveis é diminuir o tamanho do bolo tributário. Não precisa ser nenhum matemático para entender a proposta de Parente, relembrando que pagamos impostos demais.

Há variação no tamanho do impacto tributário, de acordo com o que cada estado cobra de ICMS. Mas a média nacional é de 43% em tributos – podendo chegar a perto de 50%, em alguns casos.

No caso da gasolina, a alíquota de ICMS varia de 25 a 34%. O Piauí tem uma alíquota de 29%. Na venda do diesel, as alíquotas estaduais vão de 12 a 25%, variação que vai de 12 a 30%, no caso do etanol.

O corte de impostos geraria um impacto direto e significativo no custo do combustível. Mas se os estados estão reclamando até do corte da CIDE, imagine de outro tipo de corte. Porque a CIDE, que corresponde a apenas 5 centavos por litro do diesel, é bem menos que os 61 centavos que o governo do Piauí recebe por cada litro desse combustível.

Fonte: Coluna do Fenelon Rocha / cidadeverde.com

Prefeitura inicia preparativos para recapeamento de asfalto em Piripiri

A Prefeitura de Piripiri iniciou ontem, 21, os preparativos para realizar o total recapeamento do asfalto no centro comercial de Piripiri.

Equipes estão trabalhando na retirada de asfalto, nivelando as ruas e ajeitando coxias, trabalhos essenciais para que o novo asfalto perdure por muito tempo.

A primeira etapa de asfalto, prevista para acontecer ainda em junho, está orçada em aproximadamente 800 mil reais, entre recursos próprios e emenda do deputado estadual Marden Menezes, com área de 20 mil metros quadrados.

Já a segunda etapa, através de emenda federal do deputado Heráclito Fortes, será iniciada em julho, finalizando todo o centro comercial.

Além disso, o prefeito Luiz Menezes autorizou a compra de aproximadamente quatro carradas de asfalto por semana para realizar o tapa-buraco nas ruas e avenidas onde não será feito o recapeamento.

“Nós sempre afirmamos em entrevistas que iríamos resolver o problema. Não poderíamos era desperdiçar recursos durante o forte período chuvoso que estávamos tendo. Mas em breve este problema do centro comercial será coisa do passado”, disse Menezes.

Projeto “Humanos protegem Humanos” em Piripiri

Neste sábado (19), a população de Piripiri se deparou com uma intervenção teatral pelas ruas do centro.
Encenando cenas de abuso sexual infantil com cartazes em mãos, os atores chamavam atenção para o tema.
A performance faz parte do projeto “Humanos protegem humanos” feito pelos alunos do Curso Técnico em Teatro pelo MedioTec da Unidade de Piripiri.
O ato foi uma alusão ao dia de combate ao abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes.

Mais uma edição do Projeto Chorinho no Pé de Poesia que contou com a solenidade de lançamento do livro de Júnior Canadá

Mais uma edição do Projeto Chorinho no Pé de Poesia com o lançamento do livro de Júnior Canadá “Mexendo em meus guardados e escrevendo a história de Brasileira – PI”. Noite de sábado (19/05/18) na praça de eventos em Piripiri – PI. Fotos: Sílvio Vieira. Organização: SEJUCE.

CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR A IMAGEM.

SETAS promove caminhada de encerramento da Semana Municipal de Combate ao Abuso e à exploração Sexual de Crianças e Adolescentes

Evento percorreu o centro comercial de Piripiri – PI e teve culminância no Parque Curumi. Confira as fotos.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR.

Reconhecimento para policial militar

Reconhecimento dos funcionários da padaria diante do fato ocorrido ontem em Teresina.

Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios realiza I Encontro de Gestantes em Piripiri

A Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, por meio da Pastoral Familiar e Pastoral da Criança, realizou, no último sábado (12), no Centro Paroquial São Francisco, um encontro para gestantes de Piripiri. Na oportunidade, 50 gestantes foram adotadas pela Paróquia e receberam orientações sobre cuidados na gravidez e ganharam kits gestantes.

O encontro contou com uma formação cristã e orientações para as gestantes, a maioria formada por mulheres jovens, integrantes de famílias de baixa renda e que residem na periferia da cidade. As gestantes receberam informações sobre os cuidados que devem ter durante a gestação e os primeiros cuidados com o bebê.

Além de palestras educativas, aconteceram dinâmicas, foi servido um lanche e houve, no final, o sorteio de um berço completo com colchão e protetores laterais. Cada mãe recebeu um kit gestante com banheira, fraldas e produtos de higiene pessoal.

O pároco da Paróquia de Nossa Senhora dos Remédios, Frei Fernandes de Morais, OFM, afirmou que esse trabalho de assistência e atenção às mães vai continuar sendo feito pela igreja, tendo em vista as dificuldades que essas mulheres têm, em virtude de sua condição social, muitas delas sem emprego e ou profissão definida.

“Estamos felizes pelo trabalho das equipes pastorais. A igreja cumpre seu papel de evangelizar, mas também de ajudar ao próximo. Graças a Deus e à Nossa Senhora dos Remédios, estamos conseguindo estender à mão para essas mulheres que tanto precisavam desse apoio. Agradeço a todos que puderam ajudar nessa causa. Paz e Bem para todos”, destaca o Frei Fernandes de Morais.

O religioso afirmou que o II Encontro para Gestantes, que vai acolher um novo grupo de gestantes, será em realizado em dezembro deste ano.

Vazamento na Rua Dom Pedro II, Bairro Prado

Vazamento na Rua Dom Pedro II, Bairro Prado, próximo ao Comercial Barroso.

Dia do Gari

O Dia do Gari é comemorado anualmente em 16 de maio, em todo o Brasil. Esta data tem o objetivo de homenagear os profissionais responsáveis em manter as ruas, praças e praias limpas de todo o lixo gerado naturalmente ou por ação do ser humano.

O termo “gari” surgiu em homenagem ao francês Pedro Aleixo Gary, que ficou conhecido por ser o fundador da primeira empresa de coleta de lixo nas ruas do Rio de Janeiro, em 1976.

Assim, os cariocas quando queriam que as ruas fossem limpas após a passagem dos cavalos, chamavam os “garis”.

“Parabéns aos profissionais que com sol ou chuva, cuidam para que nossa cidade fique ainda mais bonita e limpa! Feliz Dia do Gari!”

Professor Apolinário Cunha.